A Saúde do Intestino _ 1ª parte

Junho 5, 2020by orinam0
intestino-1280x490.png

O nosso intestino é um verdadeiro ecossistema de microrganismos, incluindo bactérias, vírus e fungos. Conhecido como a Microbioma, reveste todo o sistema digestivo e hoje sabe-se que possui funções importantes na manutenção da saúde e surgimento de doenças, desempenhando um papel muito importante na prevenção de doenças como a obesidade, diabetes tipo 2, doença inflamatória intestinal, artrite e depressão.

As bactérias são as que existem em maior número, com mais de 1.000 espécies e três milhões de genes. Somos literalmente feitos de bactérias e não existem duas pessoas que compartilhem a mesma bactéria; os “bichinhos” intestinais de cada pessoa são únicos.

A microbiota intestinal, nome atribuído  ao conjunto das colónias de bactérias intestinais, tem uma influência determinante sobre os processos metabólicos, no funcionamento do sistema imunitário, na produção de vitaminas e de algumas substâncias que estimulam o funcionamento intestinal e previnem o aparecimento de doenças.

Alguns dos processos em que a microbiota desempenha um papel fundamental:

– Mediação de processos metabólicos, como o controle lipídio, homeostase da glicose, regulação do apetite e na absorção de vitaminas e nutrientes.
– Manutenção da integridade da função da barreira intestinal
– Eliminação de organismos causadores de doenças
– Digestão de alimentos que não conseguem ser digeridos pelo estômago e intestino delgado

Bactérias boas vs. Bactérias nocivas

O desequilíbrio entre as bactérias boas e as bactérias nocivas causa um distúrbio chamado disbiose intestinal, associado ao aparecimento de algumas doenças, muitas delas associadas ao trato gastrointestinal, como a doença inflamatória intestinal, síndrome do intestino irritável e constipação, obesidade e diabetes ou autismo. Os sintomas desta condição incluem inchaço, fadiga excessiva, nevoeiro cerebral, refluxo, alterações no ritmo intestinal, aumento do desejo por açúcar, dificuldade em perder peso e intolerância a alimentos como o glúten e laticínios.

Desequilíbrios no intestino podem ter diferentes causas:

– Uso inadequado, incompleto ou excessivo de antibióticos
– Dieta rica em açúcares refinados, carboidratos refinados, alimentos processados ​​e adoçantes artificiais
– Consumo excessivo de álcool
– Níveis elevados de stress e ansiedade
– Consumo de pesticidas e produtos químicos
– Má higiene oral

(continua…)

orinam